sexta-feira, 1 de novembro de 2013

A Arte de Viver

"A única maneira de estar na vida é apreciá-la. Saber que nos vamos apagar como uma vela obriga-nos a tomar partido e a arranjar maneira de vivermos sensatamente, verdadeiramente e sempre com o sentimento dos nossos limites. Isso dá-nos a paz de espírito para aceitar o pior. Daí uma libertação de energia. Uma vez que temos um tempo limitado para viver nesta terra, é preciso viver tão feliz quanto possamos nas circunstâncias dadas".

Dominique Loreau, A Arte da Simplicidade, Bizâncio, Lisboa, 2006.

Gustave Moreau, Hésiode et la Muse, 1891.

Sem comentários:

Enviar um comentário