quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Poesia XXXVII- Manuel Alegre

Manuel Alegre, Senhora Das Tempestades, Dom Quixote, 1998.

Sem comentários:

Publicar um comentário