sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Poder da Compaixão


"(...) após termos reflectido sobre os defeitos de uma maneira de pensar e de viver egocêntrica e também sobre as consequências positivas de se estar atento ao bem-estar dos outros seres sensíveis e de trabalhar para o seu benefício, uma vez convencidos disto, há então na meditação budista um treino especial que é conhecido como "a prática de Dar e Receber". É uma prática especialmente designada para desenvolver o poder da compaixão e do amor pelos outros seres sensíveis. Envolve, basicamente, a visualização de tomar para si próprio todos os sofrimentos, dores, negatividade e experiências indesejáveis dos outros seres sensíveis. Imaginamos que os tomamos sobre nós e depois damos-lhes ou partilhamos com eles as nossas qualidades positivas, tais como os nossos estados de espírito virtuosos, a nossa energia positiva, a nossa saúde, felicidade, etc. Semelhante forma de exercício (...) causa efectivamente, psicologicamente, uma tamanha transformação no nosso espírito que os nossos sentimentos de amor e de compaixão se desenvolvem consideravelmente."

Dalai Lama, O Poder da Compaixão. Ensinamentos Cruciais do Budismo, Livros e Leituras, Lisboa, 1999.


Sem comentários:

Publicar um comentário